Dicas de como investir em Criptomoedas

por | maio 12, 2022 | Criptomoeda

Com a chegada das criptomoedas, um mundo inovador na área de investimentos se abriu aos brasileiros.

Baseados em ativos digitais, o mercado cripto tornou- se uma tendência global, e trouxe novas possibilidades de investimento.

Há vários projetos tramitando no Congresso para regulamentar a negociação de criptomoedas no Brasil, e podemos observar um sinal cada vez mais positivo vindo do Ministério da Economia em direção a ela, afinal as criptomoedas já competem com as aplicações tradicionais, quando falamos da preferência dos investidores.

Por ser uma novidade, principalmente se comparada aos produtos financeiros tradicionais, o campo das criptomoedas pode parecer complexo para quem pensa em se aventurar nele. Aí é que muitas pessoas se perguntam: é seguro? Como investir?

Primeiro de tudo, é preciso se informar. Não coloque seu dinheiro em nenhum ativo, independente do tipo, sem antes entender melhor sobre ele e se informar.

A informação vai te ajudar a entender o que é aquele investimento e principalmente qual o risco que ele envolve.

Sem informações de qualidade e seguras, qualquer investimento se torna arriscado.

Muito se fala do mercado de cripto, e muitas notícias que ouvimos por aí são negativas, vinculadas a golpes. Mas dar ouvidos a essas críticas negativas pode fazer com que você perca a oportunidade de ganhar dinheiro nesse mercado. Por isso, é preciso conhecimento, antes de tudo.

Após se informar e entender bem sobre as criptomoedas, defina até que ponto você quer se aventurar nesse mercado. Já dizia o velho ditado “não coloque todos os ovos na mesma cesta”, por isso, não pegue todo o dinheiro que você tem e caia de cabeça, investindo tudo em criptomoedas. Comece com pouco, sinta como será primeiro e depois aumente se for o caso. Só invista em ativos que você saiba como administrar ou que tenha alguém de confiança administrando para você, como uma corretora.

Ao invés de começar entrando em criptomoedas novas ou pouco conhecidas, comece pelo Bitcoin. É a criptomoeda mais confiável e responsável pela maior movimentação dentro do universo das moedas digitais, por isso acaba sendo um primeiro passo seguro, dentro de todas as possibilidades.

Muitas pessoas começam no mercado de criptomoedas pensando em encontrar um novo bitcoin. Algo que vai deixá-los ricos, só que primeiro, o bitcoin continua dando lucros bons, e segundo, investir em criptoativos novos é muito mais arriscado, porque o volume financeiro e a quantidade de negociações dessas moedas ainda é baixo.

Além de saber escolher qual é a criptomoeda que você vai investir, a escolha de uma Exchange confiável é o próximo passo. As exchanges são como uma bolsa de valores, só que oferecem produtos de investimento focados em criptomoedas.

Antes de escolher uma Exchange, busque referências nas redes sociais, principais canais de notícias e onde mais você puder. Assim poderá verificar se a Exchange tem boa reputação ou não.

As exchanges citadas pela ADVFN International Financial Awards por premiações ou que compõem o ranking do Blockchain Transparency Institute (BIT) são normalmente mais credenciadas e seguras no mercado de criptomoedas.

As criptomoedas sim, podem dar ganhos altos em cima do seu dinheiro mas também o risco é grande. Não acredite em quem te prometer um retorno fixo por mês, pois isso, na renda variável não existe. Sempre desconfie.

Veja mais dicas, sobre como investir no mercado de criptomoedas:

  •         Invista somente o que você pode perder

O mercado de cripto tem uma altíssima volatilidade. Além disso, os ativos não têm regulamentação dos investimentos tradicionais do mercado financeiro brasileiro. Por isso, é possível ter expressivos ganhos, assim como pode-se perder tudo. Por isso, invista somente o que não te fará falta. Especialistas recomendam algo em torno de 5% do portfólio total.

  •         Tenha esses investimentos na sua carteira de longo prazo

Como já dissemos, não são raros os casos de pessoas que dobraram ou triplicaram o patrimônio, ou mesmo enriqueceram com esses investimentos.

Mas isso não é uma regra, pode demorar anos até que você veja lucro nesses investimentos.

Por isso, tenha esses ativos na estratégia de longo prazo. Pode até ser que haja uma alta repentina em pouco tempo, mas não conte com isso ou tente adivinhar quando isso irá acontecer. Não se esqueça que o mercado de criptomoedas é muito volátil!

Se você estiver com uma mentalidade de curto prazo, e seu objetivo for ganhar dinheiro rápido – o mercado de criptomoeda não é para você. Agora, se você já avaliou o potencial do mercado e definiu uma estratégia a longo prazo, você terá mais calma em meio às oscilações.

  •         Aposte na estratégia dollar-cost average

Trata-se de uma estratégia utilizada em diversos tipos de investimentos, e serve para vários ativos de renda variável como ações, moedas, e também criptomoedas.

Com essa estratégia, o investidor compra periodicamente o ativo, com o objetivo de fazer um preço médio na carteira. Assim, consegue atenuar os impactos da volatilidade nesses investimentos.

Há investidores que tomam como estratégia comprar sempre nos momentos de baixa dos ativos, porém, quem deseja proteger a carteira contra oscilações mais bruscas deve buscar o preço médio. Essa é a estratégia dollar-cost averaging.

  •         Mantenha-se atualizado sobre o mercado de criptomoedas

Se você decidiu entrar nesse mundo de criptomoedas, é fundamental que você se mantenha atualizado sobre ele.

Sempre saem notícias e atualizações, e por serem diferentes dos investimentos tradicionais, há milhares de criptomoedas surgindo todos os anos.

Por isso, acompanhar de perto evitará que você caia em armadilhas como vender os ativos com prejuízo em momentos de baixa.

Como elas passam por uma alta volatilidade, as criptomoedas passam por ciclos de correção (quedas) periodicamente.

Mas não se preocupe, pois ao conhecer o comportamento desses ativos, você não irá se desesperar e conseguirá gerenciar sua carteira com mais segurança e tranquilidade.

Augusto Maurício

Augusto Maurício

Formado em Engenharia, iniciei no mercado de ações em 2004 realizando operações de Swing Trade. Naquela época não existia muita informação como hoje e meu aprendizado foi baseado em livros e tentativas e erros. Com a prática conquistei mas conhecimento do que perdas, e não foram poucas. Hoje me sinto capaz e faço parte de uma equipe que me motiva a ajudar a transformação na vida das pessoas.

0 comentários

Outros artigos